CNJ discute se cartórios podem reconhecer uniões poliafetivas

Com informações do IBDFAM O Conselho Nacional de Justiça – CNJ começou a discutir, no dia 24 de abril, durante a 270ª sessão ordinária, se cartórios podem registrar escrituras públicas de uniões estáveis poliafetivas. Trata-se do julgamento do pedido de providência...
Contact Form Powered By : XYZScripts.com