Congresso discute Psicanálise, Direito e Literatura para debater as múltiplas faces da adoção no Brasil

Com informações da assessoria de imprensa da UFMG

A UFMG sedia, de 19 a 21 de setembro, o VII Congresso Nacional de Psicanálise, Direito e Literatura (CONPDL), no Centro de Atividades Didáticas 2 (CAD 2) do campus Pampulha. O tema da edição será “As múltiplas faces da adoção: leituras de Nunca deixe de acreditar”, tendo como público alvo estudantes de graduação, pós-graduação e profissionais que atuam nos campos da Psicologia, Psicanálise, Direito e Literatura ou que têm interesse pelo tema da adoção.

Nesta edição, o CONPDL propõe o debate sobre a adoção em um sentido amplo, levando em conta as engrenagens da infância no Brasil. Além de trazer reflexões sobre o que está em jogo nos processos adotivos, também será discutido o Cadastro Nacional de adoção, as crianças e adolescentes que não são adotados, as instituições de acolhimento, crianças que acabam na criminalidade, crianças que estão inseridas no sistema socioeducativo, aspectos sociais da infância no Brasil, o lugar das políticas públicas, a preparação para a adoção e as crianças que são devolvidas.

O advogado Rodrigo da Cunha Pereira, especialista em Direito de Família e Sucessões, irá ministrar a palestra “O perverso sistema de adoção no Brasil” no evento amanhã (20/09) às 18hs. O advogado explica que o Brasil tem hoje mais de 50 mil crianças e adolescentes depositados, esquecidos em abrigos. O número aumenta a cada dia.

“É uma situação cruel, dramática e que parece de difícil solução. Fácil não é, mas não é impossível. Requer boa vontade, espírito de solidariedade e que se cumpra o que prevê a Constituição Federal, que prioriza o melhor interesse da criança e do adolescente, além de mudanças eficientes na Lei da adoção. Há quem passe toda sua infância e juventude em acolhimentos institucionais, entre esperança e frustação, à espera de uma família que nunca chega”, afirma.

O advogado ressalta ainda que essa situação é consequência de uma interpretação equivocada e preconceituosa da lei de que se deve buscar a qualquer custo a família extensa. “Parte da magistratura e do Ministério Público ainda está paralisada na ideia de que família é da ordem da natureza. Essa atitude reforça o preconceito da adoção e um verdadeiro culto ao biologismo, incentivado por dogmas religiosos, numa procura pela família extensa que costuma durar anos e anos”, aponta.

congresso

 

Programação completa:

 

19/09/2018 – QUARTA-FEIRA

 

 

8h30 às 9h                  CREDENCIAMENTO – AUDITÓRIO 102 – CAD 2

                                  

9h às 10h                   CONFERÊNCIA DE ABERTURA – CAD 2

 

Marcos Flávio Lucas Padula

Juiz de Direito Titular da Vara Cível da Infância e da Juventude da Comarca de Belo Horizonte, desde 2004. Recebeu os títulos de Honra ao Mérito da Câmara Municipal de Belo Horizonte (2009), Cidadania Honorária de Belo Horizonte (2013 e 2015), entre outros.

 

Debatedor: Fábio Belo

 

10h às 12h                MESA 1 – Adoção e Psicanálise 1 – (CAD 2)

           

Título: “Quem vai validar minha existência?”

 

Dra. Cassandra Pereira França

Doutora em Psicologia Clínica pela PUC-SP. Professora do Departamento de Psicologia da UFMG, coordenadora do Curso de Especialização em Teoria Psicanalítica e do Projeto CAVAS (Crianças e Adolescentes Vítimas de Abuso Sexual).

 

Título: “Dimensões do vínculo: Toda criança precisa ser adotada”

 

Dra. Lúcia Afonso

Psicóloga social e clínica em psicanálise. Mestre e doutora em Educação, pós-doutorado em psicologia social. Professora aposentada da UFMG e atuante no Mestrado em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local (UNA/MG).

 

Debatedor: Fábio Belo

 

12h às 13h30             INTERVALO PARA ALMOÇO

 

13h30 às 15h20         COMUNICAÇÕES

 

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 1 – AUDITÓRIO 102 – CAD 2

  • Análise do filme “O Contador de Histórias”: desafios na adoção de crianças com tendência antissocial – Lucas Teixeira Leandro e Marina Ruas Cardoso
  • A literatura e o imaginário social relativo à adoção: análise da história infantil “João E Maria” (Hänsel Und Gretel) – Anamaria Silva Neves e Fabiana Carolina de Souza C. Dias
  • O menino que sobreviveu porque foi adotado – Bárbara Bastos Borges
  • Siegfried Bernfeld e o orfanato Baumgarten – Marcus Vinícius Neto Silva

Debatedora: Mariane de Paula

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 2 – SALA 2080 – FAFICH

  • A hipótese clínica do luto da fantasia inconsciente de gravidez como condição para o desejo de adoção – Hugo Leonardo Goes Bento
  • Uma janela para o simbólico, emoldurando o Real: considerações a partir do trabalho com crianças e adolescentes em situação de abandono e maus tratos severos. – Lícia Carvalho Marques
  • Viver sem a raiz: adoção e os sofrimentos narcísicos-identitários – Marcela Ribeiro Lima Sant’Ana
  • O desconhecimento da sexualidade infantil no contexto de adoções tardias: um
    complicador para a reconstrução subjetiva da criança na nova família
    – Débora Lemos L. de Araújo

Debatedora: Mariana Rúbia

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 3 – SALA 3020 – FAFICH

  • Leitura laplancheana das engrenagens da adoção a partir d”O filho de Mil Homens” de Valter Hugo Mãe – Vanessa Biscardi e Hellen Campos
  • Adoção e reparação em “O garoto da bicicleta”: um olhar winnicottiano. – Lucas Carvalho
  • A adoção vivida como cisão: Problematizações a partir de Nunca deixe de acreditar – Rafael Guimarães Tavares da Silva
  • Adoção e animalidade: o caso “F de Falcão”, de Hellen Macdonald – Marina Maciel de Almeida e Fábio Roberto Rodrigues Belo

Debatedor: Jhonatan Miranda

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 4 – SALA 3030 –  FAFICH

  • Marie Bonaparte, uma psicanalista órfã de mãe: rumo a uma clínica da adoção sob o reino maternal de Mimau – Sarug Dagir Ribeiro
  • Adoção e Racismo: questões para a psicanálise – Thalita Rodrigues, Giovanna Giannini e Joana Brentano
  • Mitos biologizantes, mitos da origem: empecilhos ou favorecedores do processo de adoção? – Felippe Lattanzio

 

Debatedora: Michelle Aguilar

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 5 – SALA 3054 – FAFICH

  • Seguridade social e o dever de proteção à família monoparental feminina – Ana Lúcia Marcondes Faria de Oliveira
  • Medida Protetiva de Acolhimento Institucional: um estudo de caso – Cleide Rodrigues
  • Construção da filiação adotiva e a corporeidade do vínculo: narrativas maternas – Rebeca Nonato Machado, Cristina Ribeiro Dantas e Renata Mello
  • A adoção de crianças maiores e a construção do vínculo familiar – Anamaria Silva Neves e Fabiana Carolina de Souza C. Dias

Debatedora: Danielle Matos

 

15h20 às 15h30            INTERVALO

 

15h30 às 17h30            MESA 2 – Acolhimento/Instituições: adoção nacional e internacional -(CAD 2)

 

Título: “A importância do vínculo afetivo e seguro adulto-criança/adolescente dentro da unidade de acolhimento e seu impacto no processo de adoção”

                                      Ma. Liziane Vasconcelos Teixeira Lima

Assistente Social. Fundadora e Presidente da Associação Lar de Luz Meimei; Mestre em Gestão Social, Educação e Desenvolvimento Local; Membro da Coordenação Colegiada do Fórum de Abrigos BH; Assessora em Serviço Social CAODCA – MPMG, Membro da Rede Pikler Internacional.

Título: “Reflexões sobre as repercussões psíquicas da institucionalização de crianças e adolescentes” 

                                      Letícia Maria de Castro Greco Rodrigues

Pós-graduada em psicologia clínica pela FEAD, pós-graduanda em Psicanálise: Clínica da Criança e do adolescente pela PUC/MG. Psicóloga há 12 anos no TJMG, atualmente atuando na Vara Cível da Infância e da Juventude.

                                  

 Título: “Adoção internacional: recorte sobre o acompanhamento pós-adoção no Estado de Minas Gerais”

 

Cristiane da Silva Sarmento Moreira

Psicóloga, integrante da equipe técnica da Comissão Estadual Judiciária de Adoção do Estado de Minas Gerais – CEJA/MG. Formação em Psicanálise pelo Instituto de Psicanálise e Saúde Mental – EBP/MG; Especialista em Psicologia Jurídica. Pós-Graduanda em Direito da Criança, Juventude e Idosos e em Direito de Família.

 

  Debatedora: Érica Espírito Santo

 

17h30 às 18h                LANCHE (CAD 2) – Lançamento dos livros

 

18h às 19h30                MESA 3 – Adolescência e adoção tardia – (CAD 2)

         

Título: “(Im) possibilidades da adoção tardia na prática das instituições de acolhimento de adolescentes”                                 

 

   Dra. Laura Soares

Docente do Departamento de Psicologia da UFMG e do Programa de Pós-Graduação em Psicologia da UFMG. Doutora e Mestre em Psicologia Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro- UERJ.

 

Título: “Estruturas, fissuras e costuras: as famílias múltiplas dos adolescentes em cumprimento de medida socioeducativa”             

 

                                     Ma. Elisa Massa

Psicóloga, psicanalista. Mestra em estudos Psicanalíticos pela UFMG e Doutoranda pela mesma instituição. Trabalhou como psicóloga e gestora na política de atendimento socioeducativo da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Minas Gerais

 

                                      Debatedora: Danielle Matos

 

20/09/2018 – QUINTA-FEIRA

 

 

9h às 12h                   MESA 4 – Medidas de proteção para gestante e criança em situação    de risco – (CAD 2)

 

Título: “A Atuação do assistente social frente as medidas de proteção”            

 

                                    Katia Regina Marques de Lima Souza

Assistente Social Judicial lotada no TJMG, Vara da Infância e Juventude desde 1993.
Pós-graduada em Violência Doméstica contra Criança e Adolescente pela USP.

 

Título: “Ética do Cuidado e Redes de Atenção em Direitos Humanos”            

 

Dr. André Dias (UFMG)

Doutor em Saúde Coletiva pelo Centro de Pesquisa René Rachou (FIOCRUZ Minas), atua como Coordenador e pesquisador-extensionista, junto ao Polos de Cidadania da UFMG.              

 

 

 

                                   Matilde Fazendeiro Patente

Promotora de Justiça de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Belo Horizonte – área cível – desde 2009; Membro da Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional – CEJA – MG – desde 2009.

 

Título: “Alienação parental estatal”

 

Daniele Bellettato Nesrala

Mestranda em Direito pela UFMG; Defensora Pública do Estado de Minas Gerais, coordenadora da Defensoria Pública Especializada da Infância e Juventude de Belo Horizonte; membro fundador do IBDCRIA; Titular da Comissão da Infância e Juventude do CONDEGE

          

Debatedor: Alberto Timo

 

12h às 13h30              INTERVALO PARA ALMOÇO

 

13h30 às 15h20           COMUNICAÇÕES

        

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 6 – AUDITÓRIO 102 – CAD 2

  • O aborto pela via da adoção – Bárbara Bastos Borges
  • Entrega voluntária e abandono materno: aspectos inconscientes que podem interferir na escuta dessas ações enquanto desejos – Michelle Aguilar e Mariana Rúbia
  • Mito materno: a idealização da figura materna no contexto de cuidado em saúde de mulheres que decidem entregar seus filhos para adoção – Michelle K. Silva e Paula O. Alves
  • Recuar é possível – Viviane A. Pinheiro, Flávia J. C. Fraga R. Cunha e Ana Paula A. Santos

      Debatedor: Felippe Lattanzio

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 7 – SALA 2045 – FAFICH

  • Passados: discussões clínicas sobre o luto da família biológica – Olívia Loureiro Viana
  • Os Desafios Da Adoção de Crianças ou Adolescentes com Deficiência – Rafael Silva, Guilherme e Márcia Stengel
  • É ou não pai desse sujeito? – Caroline Assunção Duarte Silva
  • Serviço Família Acolhedora: entre o contínuo e o provisório – Jhonatan J. Miranda & Gregório R. Miranda

Debatedora: Hellen Karlla

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 8 – SALA 2080 – FAFICH

  • Crianças (In)visíveis: o estatuto da adoção – Maria Lídia Amoroso Silva
  • Adoção tardia e a psicanálise laplancheana:
    breves anotações – Carolina Spyer Vieira Assad
  • Tempus fugit: a adoção e o tempo processual – Isadora Rodrigues Nascimento Merçon
  • Novas respostas a antigos dilemas na adoção de crianças mais velhas – Carla A. B. Gonçalves Kozesinski, Jéssica Mara Oishi e Simone Trevisan de Góes

Debatedora: Vanessa Biscardi

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 9 – SALA 2082 – FAFICH

  • A adoção frente às novas alterações na legislação: melhor interesse das crianças ou dos adotantes? – Tatiana Oliveira Moreira e Giovanna Marafon
  • E quando a adoção não se torna uma possibilidade? Desafios de jovens institucionalizados. – Mariana Alvagenga e Thalita Rodrigues
  • Preparação para adoção: possibilidades de escuta diante dos rompimentos de vínculos – Tatiana Oliveira Moreira

Debatedora: Rafaela Pazotto

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 10 – SALA 2084 – FAFICH

  • Mães órfãs: casos de abrigamento e adoção compulsória de bebês em Belo Horizonte – Taís Freire de Andrade Clark e Júlia Dinardi Alves Pinto
  • Adoção no contexto do uso de drogas – Atravessamentos de gênero e rótulos desqualificantes. – Marcele de Mendonça Santos, Tatiana Oliveira Moreira e Amanda Campos da Mota
  • Crianças separadas: a institucionalização dos filhos de hansenianos no Brasil – Paula Paim de Almeida Lana

Debatedora: Érica Espírito Santo

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 11– SALA 3008 – FAFICH

  • Repercussões do “mito negro” nos processos de adoção brasileiros – Jôse Lane de Sales
  • Leituras kleinianas do livro Nunca deixe de acreditar – Marcela Maria dos Santos
  • Os vínculos familiares na adoção intuitu personae: construção de caso na clínica psicanalítica – Anamaria Silva Neves e Fabiana Carolina de Souza C. Dias
  • Não era você que eu esperava: A constituição da parentalidade como adoção – Marcus Vinícius Neto Silva e Marina Maciel de Almeida

Debatedor: Walef Pereira

 

                              

15h20 às 15h30         INTERVALO

 

15h30 às 17h30         MESA 5 – Entrega e Desistência/Devolução – (CAD 2)

           

Título: “O monstro sou eu: impactos da devolução de uma criança              

 

                                   Jane Franco

Psicóloga Judicial, especialista em psicologia jurídica/CFP, atua no Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais – Vara Cível da Infância e da Juventude/BH. Pós-graduada em Teoria Psicanalítica/UFMG.

 

 

Título: “Direito a entrega da criança para adoção: da proteção da entrega e da responsabilização do abandono”

          

                                   Ana Carolina Costa Castro

Advogada, graduada pela UFMG e especialista em direito de família e em adoção; Pós-graduanda em Direitos Humanos e Políticas Públicas pela PUC/MG; Vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da OAB/MG; Conselheira do CMDCA/BH pelo IBDFAM; Orientadora Jurídica do CREAS.

 

                                   Debatedora: Rafaela Pazotto Verticchio

 

 

17h30 às 18h              LANCHE (CAD 2)

 

18h às 20h                  MESA 6 – “Perfil das famílias” – (CAD 2)

 

Título: “A população em situação de rua e o fracasso da adoção”             

 

Me. Fabiano Siqueira

Psicólogo, psicanalista. Mestre em Psicossociologia pela UFRJ. Analista de Políticas Públicas da Prefeitura de Belo Horizonte, onde atualmente é referência técnica para o atendimento à população em situação de rua.

 

Título: “O perverso sistema de adoção no Brasil”     

                                   Dr. Rodrigo Cunha

Advogado, Presidente Nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família IBDFAM, Doutor (UFPR) e Mestre (UFMG) em Direito Civil e autor de vários artigos e livros em Direito de Família e Psicanálise.

 

                                   Debatedora: Silvia Ribeiro

 

21/09/2018 – SEXTA-FEIRA

 

 

9h às 11h30               MESA 7 – “Adoção e Psicanálise 2” – (CAD 2)

 

           Título: “Como existir depois de cair para sempre?”              

 

Dr. Fábio Belo

Mestre em Psicanálise, Doutor em Estudos Literários, Professor Adjunto de Psicanálise, do Departamento de Psicologia (UFMG) e do PPG – Psicologia (UFMG).

 

 

Título: “Vestígio e tradução na experiência adotiva”            

Dr. José César Coimbra

Doutor em Memória Social (Unirio), professor da Especialização em Psicologia Jurídica (PUC-Rio), psicólogo no Poder Judiciário do Estado do Rio de Janeiro.

 

Debatedor: Paulo de Carvalho Ribeiro

 

 

11h30 às 13h30             INTERVALO PARA ALMOÇO

 

13h30 às 15h             COMUNICAÇÕES

 

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 12 – AUDITÓRIO 102 – CAD 2

  • Adoção, violência sexual e figurabilidade: a imagem do trauma – Izabela Roman e Alberto Timo
  • Parentalidade: implicações no nascimento dos pais – Lucas Bondezan Alvares e Gustavo Henrique Dionisio
  • O abandono simbólico e a suplência dos grupos armados: um tratamento ao “não lugar” familiar. – Omar David Moreno Cárdenas e Andrea Máris Campos Guerra

Debatedora: Bárbara Bastos Borges

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 13 – SALA 2045 – FAFICH

  • O luto interrompido e a desistência da adoção – Rafaela Pazotto Verticchio
  • Devolução de crianças adotadas e responsabilidade civil – Nina Peiter Mendes
  • Revisão Bibliográfica – Adoção, devolução ou desistência e psicanálise – Ana Flávia de Almeida Silva, Anna Cecília Oliveira Fernandes, Carolina de Oliveira França Fernandes e Clarisse Eliane Xavier Gomes

Debatedora: Érica Espírito Santo

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 14 – SALA 2055 – FAFICH

  • Christi(a)na: o caminho do vir a ser na adoção tardia – Melissa Fernanda Fontana
  • A criança negra e o processo de adoção – Monica Abud Luz
  • Herança, filiação e adoção teórica em psicanálise: efeitos da formação do analista – Patrícia Amorim, Luiz Eduardo Moreira e Daniel Kuperman

Debatedora: Paula Paim

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 15 – SALA 2074 – FAFICH

  • Direito e psicologia: a adoção homoafetiva e as questões dos papéis parentais sob a interface psicanálitica –  Luan de Oliveira Antunes e Carla Bertoncini
  • O jardim secreto da adoção: uma análise das tendências do instituto à luz do direito comparado – Bruna Di Fátima de Alencar Carvalho
  • O ato inconsciente na entrega da criança no contexto de cuidado materno infantil em saúde – Aline Rabelo e Michelle K. Silva

Debatedora: Marcela Santos

 

MESA DE COMUNICAÇÕES 16 – SALA 2080 – FAFICH

  • A adoção no contexto de excessos e do sem sentido de Rick and Morty -Jhonatan J. Miranda
  • A reabertura da situação originária no processo de adoção e a possibilidade de engendramento do novo – Michelle Aguilar Dias Santos
  • Orfandade e fantasias de morte dos pais nos quadrinhos do Homem-Aranha – Marcus Vinícius Neto Silva

Debatedora: Raíssa Matos

 

 

 15h0 às 15h10        INTERVALO 

                                 

  15h10 às 17h10       MESA 8 – Adoção e Psicanálise 3 – (CAD 2)

 

                                   Dr. Daniel Kupermann

Professor doutor do Departamento de Psicologia Clínica do Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo (USP), bolsista de produtividade em pesquisa do CNPq, autor de vários livros e artigos.

 

Título: “Traduções do sexual em maternidades adotivas: narcisismo e fantasia nos (des)enlaces”              

 

            Dr. Fernando Cézar Bezerra de Andrade

Doutor em Educação pela UFPB (2007). Psicólogo. Professor do Departamento de Fundamentação da Educação da UFPB. Psicanalista da Sociedade Psicanalítica da Paraíba.

 

Debatedora: Izabela Roman

 

17h10 às 17h40        LANCHE (CAD 2) – Lançamento de livros

 

17h40 às 20h          MESA DE ENCERRAMENTO – Adoção e clínica psicanalítica – (CAD 2)

 

Título: “Adoção Tardia”

 

Dra. Gina Khafif Levinzon

Psicanalista, Doutora em Psicologia Clínica-USP; Membro Efetivo da Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo; Docente do Curso de Especialização em Psicoterapia Psicanalítica CEPSI-UNIP; autora de diversos livros sobre o tema da adoção.

 

Título: “Narrar é preciso”            

 

Ma. Cynthia Peiter

Psicanalista pelo Instituto Sedes Sapientiae de São Paulo, mestre em psicologia clínica (USP), Membro da SBP-SP, autora de diversos artigos sobre psicanálise e adoção, e dos livros: Adoção Vínculos e Rupturas e Clínica Psicanalítica da Adoção.

 

Título: “A posteriori e busca às origens na adoção”               

            

                                   Ma. Érica Espírito Santo

Psicóloga Clínica/Psicanalista (UFMG/NPPI); Mestra em Estudos Psicanalíticos (UFMG – Adoção Homoparental); Doutoranda do PPG-UFMG – Adoção tardia e internacional. Representante Nacional da Confédération Française pour l’Adoption – Comitê de Cognac (COFA-Cognac).

 

Debatedora: Maria Teresa Melo de Carvalho

     

20h                              ENCERRAMENTO – (CAD 2)

 

Fala de encerramento e convite para o VIII CONPDL – com divulgação do tema e livro que será trabalhado em 2019.

Professor Fábio Belo

Contact Form Powered By : XYZScripts.com