Pressione "ENTER" para buscar ou ESC para sair

Cooperação internacional facilitará a cobrança de pensão no exterior – Entrevista para o Valor Econômico

claudiovalentin

Pais que fogem do Brasil para não pagar pensão alimentícia poderão ser localizados e obrigados a quitar os valores mais rapidamente. Além disso, poderão ter passaporte retido e carteiras de motorista suspensas no exterior. Um decreto presidencial, publicado no fim do ano passado, facilitará a cobrança a partir da cooperação internacional entre o Brasil e outros 37 países.  Leia a matéria na íntegra aqui.

Casos em que um dos pais deixa o Brasil para não quitar a pensão não são raros, segundo Rodrigo da Cunha Pereira, presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM). “A fuga é muito comum, assim como a dificuldade em localizá-los”, afirma.