Pressione "ENTER" para buscar ou ESC para sair

As fraudes no Direito de Família serão tema do I Congresso Virtual Mineiro do IBDFAM

Ascom

Nos dias 28 e 29 de agosto, será realizado o I Congresso Virtual Mineiro de Direito das Famílias e Sucessões do IBDFAM, por meio da plataforma Zoom. A comissão organizadora já divulgou todas as informações do evento. Confira a programação e inscreva-se!

O advogado Rodrigo da Cunha Pereira, especialista em Direito de Família e Sucessões e presidente do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM participará da abertura do evento, no dia 28/08, com uma fala sobre os 10 anos da Emenda 66.

“A Emenda 66/10  acabou com o instituto da separação judicial e suprimiu a prévia separação como requisito para o divórcio, seja judicial ou administrativo. Foi graças à aprovação da Emenda Constitucional n.º 66 de 13 de julho de 2010 que hoje é possível optar pelo divórcio direto sem passar pelo calvário da separação judicial. A proposta, de iniciativa do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM, alterou a Constituição Federal para facilitar e simplificar o divórcio”, explica o advogado.

O evento contará com a participação de outros grandes expoentes do Direito das Famílias e das Sucessões, como Maria Berenice Dias, José Roberto Moreira, Cristiano Chaves de Faria, Silvana do Monte Moreira, Conrado Paulino da Rosa, Simone Tassinari, Fernanda Tartuce, Carlos Eduardo Vieira Gonçalves, Otávio Pinheiro da Silva, Marília Pedroso Xavier, Patrícia Novais Calmon, Rafael Calmon Rangel, Joyceane Bezerra de Menezes, Maria de Fátima Freire de Sá, Felipe Quintella Machado de Carvalho, Bruno Marques Ribeiro, Márcia Fidelis Lima e Dimas Messias Carvalho.

Assista a live sobre Fraude no Direito de Família com os especialistas em Direito de Família e Sucessões, Rodrigo da Cunha Pereira e Rolf Madaleno.

Fraude no Direito de Família

O Diretor nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM, Rolf Madaleno vai participar do evento no dia 28 de agosto, às 14h30, com a palestra “Fraude no Direito de Família”.

De acordo com o advogado, a fraude sempre esteve presente no Direito de Família. No passado, o longo prazo em que transcorria a discussão judicial “disfarçava” o desvio que os cônjuges faziam de bens patrimoniais, o que na maioria das vezes era prejudicial à mulher.

O problema persiste porque, quando o casamento termina, muitos não querem investir nesse fim, e acreditam que todo o patrimônio construído no curso da união é direito de apenas um deles. Por isso, a importância de tentar entender e debater o assunto.

SERVIÇO
I Congresso Virtual Mineiro de Direito das Famílias e Sucessões
Quando: 28 e 29 de agosto de 2020
Onde: On-line via Zoom
Certificação: Sim
Inscrições: Clique aqui