Pressione "ENTER" para buscar ou ESC para sair

Categoria: Artigos – Jornais e Revistas

Repensando a família

Publicado no Jornal O Tempo no dia 23/3/1997 A família é um dos temas mais antigos e que mais tem despertado interesse para a vida, continuidade e organização das sociedades em todos os tempos e espaços. Sua concepção tem sofrido variações, transformações e evoluções, embora se possa marcar pontos comuns nas diversas culturas e tempos. ...

A família como ela é

Publicado no Jornal Estado de Minas no dia 12/11/05 (Caderno Pensar) Balas perdidas, tráfico de drogas, gravidez na adolescência, crianças de rua e na rua, etc, devem ser vistos, principalmente, como um sintoma de desestruturação da família. Não há como negar que a família foi, é e continuará sendo a célula-mater da sociedade e do ...

Diferentes com direitos iguais

Publicado no Jornal O Tempo no dia 8/3/1997 O movimento feminista é a revolução do século. Além do ideal libertário do gênero oprimido, tem feito com que os próprios homens questionem a identidade masculina de nossa cultura ocidental. Este movimento advém das idéias iluministas e está associado à palavra de ordem da contemporaneidade: a igualdade ...

As transformações da família

Publicado no Jornal O Tempo no dia 26/2/1997 As relações sociais mais íntimas são justamente as que mais estão sujeitas à eclosão de conflitos. Por isto mesmo é que as relações familiares são intrincadas e complexas. Há aí uma constante polaridade e amor e ódio nem sempre são excludentes. Mas assim é o ser humano. ...

Até que a morte nos separe

Publicado no Jornal Estado de Minas no dia 24/2/1997 O casamento é mais que uma instituição religiosa e jurídica: para a maior parte das pessoas é um sonho de felicidade. Todos queremos estabelecer um laço conjugal. Acreditamos que aí podemos selar nossa felicidade. Apesar das mudanças de valores, da revolução feminista, da separação Igreja/Estado (1891), ...

Em nome do pai

Publicado no Jornal Estado de Minas no dia 23/12/1996 A paternidade está mais ligada a uma função do que propriamente a uma relação biológica. Com as mudanças do sistema patriarcal, não se pode mais fazer o retrato de um pai típico. No patriarcado, em Roma, o pai, além de encarnar a lei, a autoridade, era ...

A subjetividade do juiz

O maior mérito de Freud foi ter demonstrado ao mundo a existência e as formas de manifestação do inconsciente. Desde então, o pensamento contemporâneo começou a tomar outros rumos. Com o pensamento jurídico não é diferente. Pierre Legendre, na França, e Peter Goodrich, na Inglaterra, foram os primeiros a escrever sobre esse encontro e a ...

O que quer um homem?

Publicado no Jornal Estado de Minas no dia 5/12/1996 Desde o patriarcalismo, o homem sempre se definiu como um ser humano privilegiado, dotado de alguma coisa a mais, ignorando pelas mulheres: o mais forte, mais inteligente, mais corajoso, mais responsável, mas racional. Sempre havia um mais para justificar a relação hierárquica com as mulheres. Em ...

A mulher não existe

Publicado no Jornal Estado de Minas no dia 26/11/1996 A história da mulher no Direito ou o lugar dado pelo Direito à mulher sempre foi um não-lugar. Na realidade, a presença da mulher é a história de uma ausência pois ela sempre existiu subordinada ao marido, ao pai, sem voz e marcada pelo regime da ...

Velhas concepções

Publicado no Jornal Folha de São Paulo no dia 7/9/1996 É de grande importância a discussão sobre a tramitação do “novo” Código Civil Brasileiro no Congresso. Importância maior ainda recebe quando aguçada por um dos mais conhecidos juristas de nosso tempo, o professor Miguel Reale. Em artigo publicado na Folha, em 21/8/96, ele defende o ...